quinta-feira, 23 de novembro de 2017

T.A.M

Não sei falar coisas bonitas
Nem versos que definam meu amor
Não sei parafrasear as emoções
Porque tudo que tenho em mim é maior.

Não tenho o sorriso mais bonito
Nem esperteza no olhar
Não sei contar piadas que te façam rir
Porque tudo que tenho em mim é sonho.

Não andei por lugares diversos
Nem cantei canções de amor pra você
Não fiz serenatas em sua janela
Porque tudo que tenho são palavras de amor a te oferecer.

Não vi os altos montes
Nem andei nos trens de Paris
Não reguei flores no teu jardim
Porque tudo que tenho é pouco para ti.

Nessa vida tão distante de tudo que não vivi
Por todos os lugares que não estive
De todas as palavras que não ouvi
Trago cá no peito o seu sorriso.
Seu olhar de amor eterno
Sua voz ao meu ouvido
Seu calor a me aquecer a alma.

Sou só um menino a espera do abraço perdido
Do afago que acalma
Da presença que me sustenta
Do amor que eleva o espírito.

Não há vista dos montes que seja mais bela que o brilho do seu olhar.
Nem serenatas cantada pelo mais sublime cantor
Que seja tocada com tanto amor
Quando ouço a sua voz a ecoar em minh'alma.

És o mundo que quero estar.
Seus caminhos contigo compartilhar.
Seguro de estar ao seu lado
Quando todo o resto nos faltar.

Teu
Amor
Meu

terça-feira, 22 de agosto de 2017

ABRAÇA-ME


Estou sempre a olhar na tua direção
em busca de um caminho a seguir
tento alcançar tua mão
para sozinho, não me perder.

Sigo ao teu lado como se você fosse eu mesmo
um tanto de mim, preenchido pelo seu olhar.
Elevo minhas mão tentando te alcançar
Tetando te alcançar.

Já fui um pouco de tudo nessa vida
Só você conseguiu me compilar
Fez que eu me encontrasse
Nessa história sem medidas.

Vivo em busca do seu olhar
Do seu sorriso que acalma
Quando demonstra ao meu lado estar
Mesmo diante daquilo que me amedronta.

Tento alcançar tua mão.
Tão pequenino que sou.
Me equilibrando em sua direção
na distancia que em nós brotou.

Elevo meu olhar ao céu
em busca do brilho que um dia me dirigiu
seus olhos com tanta doçura
fez de mim um homem servil.

Estar ao seu lado me eleva as virtudes
me tornas um homem melhor
A espera do nosso enlace
o que ficou guardado na lembrança
volto o olhar para o céu e penso
Abraça-me.

sábado, 19 de agosto de 2017

Codinome Jazigo

O que sente a criança no abandono?
O cão largado no acostamento?
O mendigo esquecido
Em um mundo cheio de sofrimento?

Viver, para muitos é um desafio constante
Para alguns existir é o suficiente
Passando por tantos corpos no dia a dia
Como se mortos tivessem 

Não enxergamos o que tem por dentro
a casca que habita o ser
diz com a boca o que o coração não sente
esperança morta vagueia 

Em busca de uma gota  que sacie sua fome
mendiga a vida, apesar do que se come
Vivem os fantasmas que passeiam pelas calçadas
cegos, vislumbram apenas o passado

Jaz na pedra de mámore
a lápide que em vida sustentou
desviando daquilo que plantou
fingindo a todos enganar com maestria
sofre o ser, sem contar o que sentia



domingo, 13 de agosto de 2017

Reverso

Vivo mergulhado em Mil sonhos
Cada parte desconexa
Cada lado me leva para fora
Me trazendo para dentro de ti, de mim, de nós.

Sou um que não sabe ser dois.
Me sustento em ser você antes de mim
Meu alento
saber que estás a minha espera
Me resgatando, me curando, me mantendo de pé.

A livre sensação de ser livre
Uma liberdade que me acorrenta
Faz sangrar o que eu sinto
Um desejo que não alimenta.
Destrói tudo pelo caminho
Mesmo quando o retenho dentro de mim.

Um livro esquecido na estante
Uma música perdida no tempo
Uma carta escrita na lembrança
Um verso.
Apenas.